Aromaterapia - Conheça seus Benefícios

domingo, 25 de setembro de 2011

Adotada há mais de seis mil anos por egípcios e pela medicina chinesa, a aromaterapia tem como base de tratamento usar o princípio ativo de plantas medicinais aromáticas para equilibrar corpo e mente.

Atualmente, a aromaterapia tradicional utiliza os sentidos do tato (massagem) e do olfato (aromas) para produzir o efeito mental, emocional ou espiritual desejado.

Como funciona

Para usufruir de seu tratamento, os óleos podem ser combinados a banhos, massagens, escalda-pés, em difusores, sprays de ambientes ou outras delícias que proporcionem bem-estar. Os óleos essenciais, usados na aromaterapia reequilibram as emoções e cuidam da saúde e da beleza de todo o corpo. Eles são a alma das plantas e possuem, em cada uma de suas gotas, o princípio ativo da espécie de origem. São extraídos de flores, como a lavanda, o gerânio, a rosa e o jasmim; de frutos, como a bergamota e o lemongrass; de madeiras, como o sândalo e o cedro; e de ervas, como o alecrim e a hortelã. Existem mais de 30 tipos de óleos essenciais e, cada um deles, tem mais de 100 componentes que atuam em conjunto para tratar a mente e o corpo.

Quando inalado, o cheirinho desses óleos chega ao cérebro, levando o princípio ativo da planta até o sistema límbico, onde está localizado o hipotálamo (região do cérebro que controla a produção de hormônios).  que passa a liberar substâncias de efeito sedativo, relaxante ou estimulante. Em contato com a pele, por conta da estrutura molecular,  os óleos estimulam o metabolismo, ativam a circulação sangüínea e fortalecem o sistema imunológico. A aromaterapia também funciona bem como coadjuvante nos tratamentos psicológicos. Ao sentir um determinado cheiro, a pessoa pode resgatar histórias alegres ou tristes da infância ou de um passado próximo. Banheira ou ofurô é perfeita para relaxamento com os óleos.

Poder Concentrado

Com exceção da lavanda, rosa e tea tree, os outros óleos não devem ser passados puros sobre a pele. "Eles são muito concentrados e devem ser diluídos em óleo base”. A proporção deve ser de cinco gotas de óleo essencial para 10 ml de óleo base. Os cítricos (como laranja e limão) devem ser evitados, mesmo que diluídos, quando você for se expor ao sol porque provocam queimaduras e manchas na pele.

Veja algumas indicações de óleos:

Alecrim: Protege contra a magia. Destrói o ódio. Combate o medo. Para todas as formas de dores nas juntas ou musculares. Cansaço mental e perda de memória. Resfriados, sinusite, asma, catarro

Camomila: Para os excessos de entusiasmo e impulsividade, inquietações, impaciência, raiva quando há hipersensibilidade física ou emocional. Antiespasmódico, sedante, antiinflamatório, antidepressivo. Induz ao sono. Combate a insônia.

Citronela: Repelente de insetos fantástico. antidepressivo, anti-séptico, desodorante, tônico e estimulante.

Cravo: ativa o mecanismo de autoproteção. Estimula a coragem e desenvolve a autoconfiança.

Lavanda: Quando colocada no banho, ajuda a relaxar e a refrescar. Pode ser vaporizada no quarto, que ajuda a dormir. Ajuda a aliviar uma forte dor de cabeça. É anti-séptica, boa para picadas de insetos e queimaduras. Em óleos de massagem é útil em casos de reumatismo. Bronquite, insônia, dores musculares pré-menstrual, acne, pequenos machucados e queimaduras. Atua como antidepressivo. Ameniza os estados de descontrole emocional através do controle da mente consciente.

Rosa Branca / Rosa Vermelha: O aroma inspira sentimentos de amor, harmonia e paz. O poderoso aroma atua diretamente sobre o centro das emoções, onde as emoções se transformam em sentimentos.

Sândalo: Ajuda a despertar a espiritualidade. Prepara o corpo e a mente para os rituais religiosos e a meditação.

Fontes:

Abril Ponto Com

Web Artigos


Fechar
Cadastre-se
    Fechar
    Editar cadastro