ALBUMINA: o que é, benefícios e como usar

segunda, 30 de maio de 2016

Albumina é uma proteína de alto valor biológico presente na clara do ovo e também encontrada no leite e no sangue como sua principal proteína, que se encontra em grande abundância no plasma, onde é sintetizada no fígado.

Ela  contém aminoácidos essenciais e não essenciais, além das além das vitaminas do complexo B 12, minerais como zinco e manganês.  Contém baixas calorias a baixo nível glicêmico. É comercialmente extraída da clara do ovo , onde é encontrada em abundância.

Confira seus benefícios:

  • Por ser rica em ácido glutâmico, ácido aspártico e leucina, nutrientes responsáveis pelo bom funcionamento do metabolismo.
  • Contém uma grande quantidade de aminoácidos essenciais, que contribuem para a recuperação do tecido muscular, ou seja, para a síntese de proteínas e aumento do volume (hipertrofia).
  • Fornece grande dose de energia e disposição ao organismo, isso graças a fonte de vitaminas do complexo B, potássio, fósforo e ferro.
  • Como é uma proteína de lenta absorção, prolonga o processo digestivo, aumentando o poder de saciedade, sendo, portanto útil para manutenção e perda de peso.
  • Toda proteína auxilia no processo de cicatrização, mas a albumina por ter a digestão mais lenta diminui o risco de fibrose, favorecendo uma boa recuperação após cirurgias estéticas, como a lipoaspiração.
  • Também tem a função de melhorar a osmose, pois colabora na distribuição correta de líquidos corporais, vitaminas e outras substâncias pela corrente sanguínea, evitando vários problemas de saúde relacionados a desidratação.

Quando tomar:

Como a albumina tem uma absorção mais lenta, os horários mais indicados são pela manhã no desjejum, antes do treino ou antes de dormir, para ter uma liberação gradativa desta proteína, evitando catabolismo proteico no período do sono.

 

Hoje a Albumina pode ser encontradas nos sabores: Natural, Morango, Baunilha ou Chocolate.


Fechar
Cadastre-se
    Fechar
    Editar cadastro